40% dos casos de câncer podem ser evitados, diz pesquisa italiana

Associação sugeriu que pessoas tenham um estilo de vida saudável

Associação alertou que não fumar e manter uma alimentação correta são algumas das prevenções (foto: ANSA)
Associação alertou que não fumar e manter uma alimentação correta são algumas das prevenções (foto: ANSA)

(ANSA) - Uma pesquisa divulgada pela Associação Italiana de Oncologia Médica (Aiom) apontou que 40% dos casos de câncer podem ser evitados seguindo um estilo de vida mais saudável.

A associação alertou que não fumar, manter uma alimentação correta e praticar constantemente alguma atividade física são algumas atitudes que podem colaborar para evitar o surgimento da doença.

"Devemos nos empenhar cada vez mais para que a prevenção se torne uma ferramenta diária a partir da escola, com o objetivo de termos adultos saudáveis", afirmou Francesco Perrone, presidente da Aiom.

Em 2023, a Itália teve por volta de 395 mil novos diagnósticos de câncer. O estudo aponta que o número representou um aumento em comparação com os últimos três anos.

"Os tumores representam um dos grandes problemas de saúde pública atualmente. Hoje, graças às novas terapias, é possível detectar a doença e, em alguns casos, recuperar, mas é fundamental, precisamente devido ao aumento constante de novos diagnósticos, tentar intervir a todos o níveis", analisou Francesco Vaia, diretor-geral de Prevenção do Ministério da Saúde da Itália. (ANSA).