Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Mortos por inundações e deslizamentos na Índia sobem para 72

Número de vítimas deverá aumentar nas próximas horas

ROMA, 17 agosto 2023, 09:25

Redação ANSA

ANSACheck

Chuvas torrenciais provocaram inúmeros danos em Himachal Pradesh © ANSA/EPA

(ANSA) - A quantidade de mortos em função dos deslizamentos de terra que atingiram o norte da Índia subiu para pelo menos 72, informaram as autoridades locais nesta quinta-feira (17).

Chuvas torrenciais arrastaram carros, demoliram casas e prédios e destruíram pontes nos estados de Himachal Pradesh e Uttarakhand.

O corpo da 72ª vítima das fortes chuvas foi retirado do templo Shiv Bawadi em Shimla, que ficou totalmente destruído no início da semana. O homem era um professor universitário, mas não teve seu nome revelado.

Até o momento, 14 corpos foram recuperados no local, mas as equipes de resgate apontam que sete ou oito pessoas ainda estejam enterradas sob os escombros.

No estado montanhoso de Himachal Pradesh, os socorristas trabalham em condições climáticas desafiadoras, tanto que meteorologistas colocaram a região em alerta máximo em virtude do mau tempo.

Tragédias ocasionadas por deslizamentos de terra e inundações são comuns na parte norte do Himalaia entre os meses de junho e setembro. No entanto, os fenômenos estão se tornando mais frequentes à medida que o aquecimento global aumenta.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use

Último momento

404 Not Found

404 Not Found


nginx