Ilha italiana registra nova onda de desembarques de migrantes

Por volta de 1,4 mil pessoas chegaram em Lampedusa em 26h

Centro de acolhimento de Lampedusa possui cerca de 1,4 mil migrantes (foto: ANSA)
Centro de acolhimento de Lampedusa possui cerca de 1,4 mil migrantes (foto: ANSA)

(ANSA) - A ilha de Lampedusa, na Itália, registrou nesta quarta-feira (15) uma nova onda de desembarques de migrantes, pois cerca de 1,4 mil pessoas chegaram na costa do país europeu em 26 horas.

Ao todo, as autoridades italianas resgataram seis embarcações, com 35 a 136 indivíduos de várias nacionalidades a bordo. Os barcos saíram de duas cidades costeiras da Líbia.

A Frontex, agência da União Europeia para controle de fronteiras, informou que 331.600 migrantes chegaram nos países do bloco nos primeiros 10 meses de 2023, o maior número registrado para o período desde 2015.

A perigosa trajetória do Mediterrâneo Central continua sendo a rota migratória mais procurada, com o desembarque de 143.600 pessoas através dela. (ANSA).