/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Bandeira da Suécia é hasteada na sede da Otan

País se tornou o 32º membro da aliança militar

BRUXELAS, 11 março 2024, 09:03

Redação ANSA

ANSACheck

Bandeira azul e amarela foi hasteada na sede da Otan © ANSA/EPA

(ANSA) - A bandeira da Suécia foi hasteada na sede da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em Bruxelas, nesta segunda-feira (11), em mais uma cerimônia que oficializa a adesão do país à aliança militar.

"A entrada da Suécia mostra que a porta da Otan continua aberta, ninguém pode fechá-la, cada nação pode escolher o seu próprio caminho e nós escolhemos o da democracia", declarou o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, durante o evento.

Agora a bandeira azul e amarela aparece ao lado das dos outros 31 aliados. A Suécia se tornou oficialmente o 32º país-membro da organização após dois séculos de neutralidade e dois anos de negociações no último dia 7 de março.

A adesão ocorreu depois que o primeiro-ministro sueco, Ulf Kristersson, entregou formalmente os documentos ao Departamento de Estado norte-americano.

A Suécia havia pedido sua adesão em 2022, na esteira da invasão russa à Ucrânia, assim como a Finlândia. Os dois países escandinavos romperam sua histórica política de neutralidade para garantir proteção contra eventuais agressões de Moscou, e Helsinque já é membro desde abril de 2023.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use