/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Governo Lula vai instalar autoridade federal no RS

Nº de mortes registradas subiu para 148

SÃO PAULO, 14 de maio de 2024, 19:23

Redação ANSA

ANSACheck

Inundações castigam Porto Alegre © ANSA/EPA

O ministro da Casa Civil, Rui Costa, afirmou nesta terça-feira (14) que o governo decidiu instalar uma autoridade federal no Rio Grande do Sul enquanto durar a calamidade pelas inundações que atingem o estado.
    A informação foi dada em entrevista à GloboNews após uma reunião ministerial com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).
    O ministro confirmou que o objetivo é ter um representante do governo coordenando os trabalhos de apoio e reconstrução do estado, representando o presidente, "pelo menos durante os primeiros meses", mas não deu mais detalhes.
    A medida é uma das que devem ser anunciadas nesta quarta-feira (15) por Lula, que também definirá o nome dessa figura que representará o governo.
    Entre os cotados estão o diretor-presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Edegar Pretto; e o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Wolnei Wolf.
    Novas medidas para apoio a pessoas físicas atingidas também serão anunciadas nesta quarta.
    Ainda nesta terça, subiu para 148 o número de vítimas dos temporais e enchentes que atingem o RS desde o final de abril.
    Há ainda 124 desaparecidos e 806 feridos.
    A Defesa Civil registra 615,4 mil pessoas fora de casa, sendo 76,8 mil em abrigos e 538,5 mil desalojadas (em casas de parentes ou amigos).
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use