Bolzano lidera ranking de qualidade de vida na Itália

Província do extremo-norte do país superou Milão e Bolonha

Praça no centro de Bolzano, extremo-norte da Itália (foto: ANSA)
Praça no centro de Bolzano, extremo-norte da Itália (foto: ANSA)

(ANSA) - Bolzano, no extremo-norte italiano, foi eleita a província com maior qualidade de vida no país em um ranking elaborado pelo jornal Italia Oggi, em parceria com a Universidade de Roma La Sapienza e a agência de relações públicas Ital Communications.

Após ter sido medalha de prata na edição passada, Bolzano, província montanhosa onde os falantes de alemão são maioria, assumiu a liderança da classificação. Em seguida aparecem Milão, que subiu de quinto para segundo lugar, e Bolonha, que manteve a terceira posição.

Já a 107ª e última colocação ficou com Crotone, no extremo-sul da Itália, o que reflete a histórica disparidade econômica e social entre as partes setentrional e meridional do país.

De acordo com a pesquisa, 63 das 107 províncias italianas têm qualidade de vida boa ou aceitável, resultado em linha com 2022 (64) e 2021 (63).

Por outro lado, 21,9 milhões de pessoas vivem em territórios "caracterizados por uma qualidade de vida escassa ou insuficiente", segundo o estudo, o que representa 37,2% da população nacional. No ano passado, esse número era de 21,8 milhões de indivíduos.

O ranking é elaborado com base em nove categorias: negócios e trabalho, meio ambiente, crimes e segurança, segurança social, educação, população, sistema de saúde, tempo livre e turismo e renda e riqueza. (ANSA)