Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Itália seleciona 'feminicídio' como palavra de 2023

Decisão mira promover um debate construtivo sobre o tema

ROMA, 28 dezembro 2023, 09:16

Redação ANSA

ANSACheck

A palavra surgiu na língua italiana em 2001 e foi registrada na Treccani em 2008 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - O Instituto da Enciclopédia Italiana selecionou nesta quinta-feira (28) "feminicídio" como a palavra do ano de 2023 no país.

A enciclopédia Treccani, referência na Itália, explicou que a escolha tem como objetivo chamar a atenção do público para o fenômeno da violência de gênero.

A decisão, acrescentou o instituto, também visa promover um debate construtivo em torno do tema.

A palavra surgiu na língua italiana em 2001 e foi registrada na Treccani em 2008.

Até 3 de dezembro, pelo menos 109 mulheres foram assassinadas em território italiano ao longo de 2023, das quais 90 no âmbito familiar ou de relacionamento, e 58 por seus parceiros sentimentais ou ex-parceiros.

A morte da jovem Giulia Cecchettin, que foi assassinada pelo ex-namorado Filippo Turetta, chocou recentemente a Itália, em parte devido à idade da vítima e por causa da brutalidade do homem.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Ou use

Último momento

404 Not Found

404 Not Found


nginx