Papa volta a apelar contra guerra: 'É sempre uma derrota'

Francisco pediu para pessoas lembrarem de quem sofre

Papa Francisco fez apelo por audiência geral (foto: ANSA)
Papa Francisco fez apelo por audiência geral (foto: ANSA)

(ANSA) - O papa Francisco fez um novo apelo nesta quarta-feira(6) pela paz, principalmente na guerra entre Israel e o grupo fundamentalista islâmico Hamas e no conflito deflagrado pela Rússia na Ucrânia.

O pedido foi feito pelo religioso no final da audiência geral no Vaticano, após ele tomar a palavra depois de revelar que tem dificuldade se falar demais devido à sua bronquite.

"Não esqueçamos de rezar por aqueles que sofrem a tragédia da guerra, em particular as populações da Ucrânia, de Israel e da Palestina", pediu o Pontífice.

Segundo Francisco, "a guerra é sempre uma derrota, ninguém ganha, todos perdem, apenas os fabricantes de armas ganham".

Desde o início dos conflitos, Jorge Bergoglio tem lançado diversos apelos para estabelecer a paz tanto na Ucrânia quanto no Oriente Médio. Ele chegou a conversar com o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, para destacar a urgência de promover assistência humanaria e um cessar-fogo na região.

Já em relação à guerra entre Rússia e Ucrânia, ele tentou se envolver pessoalmente em mediações entre as partes, mas encontrou resistência nos dois países e acabou designando um enviado especial, o cardeal italiano Matteo Zuppi, para encontrar brechas para o diálogo em Moscou e Kiev. (ANSA).