Cidade italiana reabre ao público milenar residência romana

Nobre mansão em Trento estava fechada havia 25 anos

Residência romana de Trento foi construída no primeiro século depois de Cristo (foto: ANSA)
Residência romana de Trento foi construída no primeiro século depois de Cristo (foto: ANSA)

(ANSA) - A cidade de Trento, na Itália, reabriu ao público nesta semana uma milenar residência romana que estava fechada havia 25 anos.

A nobre mansão Orfeo di Trento, localizada na via Rosmini, foi construída no primeiro século depois de Cristo e habitada até o século 3.

O lugar foi batizado desta forma em virtude do grande mosaico policromado de Orfeu, um personagem da mitologia grega, que decora a sala de recepção.

"Essa intervenção recuperou todo o esplendor da mansão, um pedaço importante da nossa história e da cidade de Trento. Um lugar especial, dominado por um imenso e belo mosaico, que nos conta um importante pedaço de nossas raízes distantes", disse Mario Tonina, vice-governardor da província autônoma de Trento.

O mosaico, que tem 56 metros quadrados, retrata Orfeu sentado em uma rocha com a intenção de tocar lira para encantar os animais. Especialistas indicam que a decoração foi construída entre 90 e 180 d.C..

A mansão é dividida em duas partes separadas por um espaço aberto onde também tem um poço. Os visitantes podem saber mais sobre o local através de painéis informativos espalhados pela residência, além da exposição de alguns objetos decorativos. (ANSA).