Itália tem cinco bares entre os 50 melhores do mundo

Roma, Milão, Florença e Nápoles têm representantes na lista

Anúncio dos melhores bares do mundo foi feito em Singapura (foto: Ansa)
Anúncio dos melhores bares do mundo foi feito em Singapura (foto: Ansa)

(ANSA) - A Itália possui cinco bares entre os 50 melhores do mundo, revelou a lista "World's 50 Best Bars 2023", apresentada no Singapura, nesta semana.

Segundo o ranking, os melhores lugares para tomar um drink na Itália são: Drink Kong em Roma (21º lugar); Freni e Frizioni, na capital italiana (33º); 1930 em Milão (42º); L'antiquario, em Nápoles (44º); e Locale Firenze, em Florença (46º).

O destaque vai para o Freni e Frizioni em Roma que subiu mais de 50 lugares para entrar na seleção.

O melhor bar do planeta é o "Sips", aberto em 2021 em Barcelona pelo italiano Simone Caporale e Marc Álvarez. O local é descrito pela premiação como "um bar que sabe que as bebidas devem ser sérias, mas a forma como são entregues, não".

Entre os destaques do local está o Primordial, uma mistura de uísque escocês, vinho e pêra, que é servida aos clientes em duas mãos de ferro em formato de concha, em vez de um copo.

Já na segunda e terceira posições aparecem o "Double Chicken Please", em Nova York, e o "Handshake Speakeasy", na Cidade do México, respectivamente.

Esta é a primeira vez em 15 anos que a cerimônia de premiação dos 50 Melhores Bares do Mundo sai da Europa rumo à Ásia.

"Quando lançamos os 50 melhores bares do mundo, nossa intenção era destacar destinos imperdíveis para os amantes de coquetéis", declarou o novo diretor William Drew.

E Singapura é, sem dúvida, um deles: há três bares do território no ranking, embora não tenha conseguido superar o recorde da Espanha, que conquistou o topo. O júri foi composto por 680 especialistas, bartenders, consultores e jornalistas.

O Brasil, no entanto, não emplacou bares no top 50, mas teve dois estabelecimentos na lista expandida: O Tan Tan, localizado em Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, e comandado por Thiago Bañares e Caio Carvalhaes, na 56ª posição, e o SubAstor, que fica na Vila Madalena, também na capital paulista, ocupando o 58º lugar.

Confira o ranking completo:

  1. Sips, Barcelona
  2. Double Chicken Please, Nova York
  3. Handshake Speakeasy, Cidade do México
  4. Paradiso, Barcelona
  5. Connaught Bar, Londres
  6. Little Red Door, Paris
  7. Licorería Limantour, Cidade do México
  8. Tayer + Elementary, Londres
  9. Alquímico, Cartagena
  10. Himkok, Oslo
  11. Tres Monos, Buenos Aires
  12. Line, Atenas
  13. BKK Social Clube, Bangkok
  14. Jigger and Pony, Cingapura
  15. Maybe Sammy, Sidney
  16. Salmon Guru, Madri
  17. Overstory, Nova York
  18. Zest, Seoul
  19. Mahaniyom Cocktail Bar, Bangkok
  20. Coa, Hong Kong
  21. Drink Kong, Roma
  22. Hanky Panky, Cidade do México
  23. Caretaker’s Cottage, Melbourne
  24. Café La Trova, Maimi
  25. Baba Au Rum, Atenas
  26. Cochinchina, Buenos Aires
  27. Katana Kitten, Nova York
  28. Satan’s Whiskers, Londres
  29. Wax On, Berlin
  30. Florería Atlántico, Buenos Aires
  31. Roda Huset, Estocolmo
  32. Sago House, Singapura
  33. Freni e Frizioni, Roma
  34. Argo, Hong Kong
  35. A Bar with Shapes for a Name, Londres
  36. The SG Club, Tóquio
  37. Bar Benfiddich, Tóquio
  38. The Cambridge Public House, Paris
  39. Pandas & Sons, Edinburgo
  40. Mimi Kakushi, Dubai
  41. Scarfes Bar, Londres
  42. 1930, Milão
  43. Carnaval, Lima
  44. L’antiquario, Nápoles
  45. Baltra Bar, Cidade do México
  46. Locale Firenze, Florença
  47. The Clumsies, Atenas
  48. Atlas, Singapura
  49. Jewel of the South, Nova Orleans
  50. Galaxy Bar, Dubai (ANSA)