/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Visita à Itália recolocou Brasil em debate sobre clima, diz Lula

(ANSA) - BRASÍLIA, 21 junho 2023, 19:08

Redação ANSA

ANSACheck

Lula se reuniu com Meloni, Mattarella e Gualtieri em Roma - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - A visita à Itália permitiu reinstalar o Brasil no "centro" do debate global sobre meio ambiente e a Amazônia, afirmou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em declarações feitas hoje (21) junto ao prefeito de Roma, Roberto Gualtieri.

"Amanhã, às 8h30, vou dar uma entrevista coletiva porque a minha viagem à Itália foi, do meu ponto de vista, para recolocar o Brasil no centro das discussões sobre a questão climática no mundo", afirmou o petista.

"O Brasil é um país muito importante, possivelmente tem a matriz energética mais limpa do mundo, tem o compromisso de zerar o desmatamento na Amazônia até 2030, e esse foi o assunto que eu discuti com o presidente [Sergio] Mattarella, com a primeira-ministra [Giorgia] Meloni e com o prefeito Gualtieri", acrescentou.

Por outro lado, ele lembrou quando Gualtieri o visitou na sede da Polícia (PF) Federal, em Curitiba, onde esteve preso por 580 dias por uma condenação no âmbito da Lava Jato.

O presidente brasileiro disse que foi à prefeitura romana para "expressar minha gratidão pela lealdade do prefeito Gualtieri, quando eu estava detido na PF". "Ele veio me visitar".
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use