/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Onda de calor avança sobre Itália e previsão chega a 48ºC

Temperaturas no país devem disparar na próxima semana

ROMA, 14 julho 2023, 09:25

Redação ANSA

ANSACheck

Caldo: domani e venerd� 10 citt� da bollino rosso - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - Depois de fortes temporais no norte da Itália, o país vai ter recorde de temperaturas na próxima semana, com previsões de até 48ºC.

Nesta quinta-feira (13), os temporais ainda atingem as cidades na parte setentrional do mapa, com expectativa de chuvas de granizo e rajadas de vento com velocidades acima de 100 km/h.

Ao mesmo tempo, regiões como Puglia, Basilicata, Sicília e Sardenha já registram temperaturas escaldantes, com previsões acima dos 40ºC.

Depois dos temporais, a pressão atmosférica vai aumentar sobre o país, e o anticiclone africano vai dominar o cenário meteorológico em toda a Itália.

A partir de domingo, há previsão de 39ºC na Toscana e no Lazio, e 42ºC na Sardenha.

A situação deve piorar ainda mais entre segunda e quinta-feira da semana que vem, quando o anticiclone vai atingir a potência máxima de calor.

Algumas cidades poderão registrar recordes históricos de temperatura, caso de Roma, com previsão de 43ºC (o recorde é de 40ºC), Florença, com 42ºC, Bolonha, com 41ºC, e Sardenha, com 48ºC.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use