/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Região italiana pedirá estado de emergência por mau tempo

Cidades na Emilia-Romagna registraram chuvas e fortes ventos

CREMONA, 23 julho 2023, 13:28

Redação ANSA

ANSACheck

Cidade de Conselice foi uma das mais afetadas pelo mau tempo - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - O governador da Emilia-Romagna, Stefano Bonaccini, afirmou neste domingo (23) que pretende pedir um estado de emergência nacional na região italiana em virtude do mau tempo.

As fortes chuvas de granizo e os ventos de até 120 quilômetros por hora atingiram com violência várias cidades da Emilia-Romagna, especialmente na província de Ravenna.

O município de Conselice, que foi duramente afetado pelas inundações de maio, voltou a ser castigado pelo mau tempo.

"Estamos trabalhando na contagem de danos, na ativação do estado de emergência regional e no pedido de estado de emergência nacional para intervir o mais rápido possível", escreveu Bonaccini em suas redes sociais.

Algumas cidades da região sofreram danos estruturais e milhares de pessoas ficaram sem energia elétrica. Diversas árvores caíram em função dos ventos e muitos carros foram danificados.

"Estamos fazendo vistorias para um primeiro levantamento sumário e para solicitar intervenções urgentes", disse Paola Pula, prefeita de Conselice.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use