/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Duas italianas são premiadas por projetos científicos nos EUA

WASHINGTON, 29 agosto 2023, 18:16

Redação ANSA

ANSACheck

Gambarcorta recebeu prêmio da NASA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - Duas cientistas italianas, Antonia Gambacorta e Silvia Zorzetti, foram premiadas nesta terça-feira (29), nos Estados Unidos, por seus projetos científicos.

Gambacorta recebeu o prêmio "Robert H. Goddard" da Agência Espacial Americana (Nasa) para a ciência, junto com outras oito pessoas, enquanto Zorzetti, conquistou o prêmio Early Career Award do governo dos EUA.

A primeira honraria foi entregue à Gambacorta por sua investigação sobre técnicas de detecção por infravermelhos e micro-ondas, bem como métodos inversos para a recuperação de temperatura e constituintes atmosféricos e feedbacks climáticos sobre gases com efeito de estufa.

Formada em física pela Universidade de Bari em 1998, a pesquisadora italiana obteve o título de mestre em física atmosférica pela Universidade de Maryland em 2005 e, três anos depois, terminou seu doutorado em pesquisa na mesma universidade, onde lecionou por mais de 15 anos.

Desde 2020, Gambacorta é cientista, física e pesquisadora no laboratório de clima e radiação do "Goddard Space Flight Center", da Nasa.

Já Zorzetti, do FermiLab de Chicago e estudante da Universidade de Pisa, foi reconhecida por desenvolver uma tecnologia capaz de conectar dois computadores quânticos através de fibra óptica e assim lançar as bases da Internet Quântica.

O prêmio prevê o recebimento de uma bolsa de US$ 2,5 milhões em cinco anos do Departamento de Energia dos EUA, anunciou a Universidade de Pisa.

"O objetivo do projeto é melhorar os sensores quânticos e as redes de sensores, para permitir uma conversão mais eficiente de informação e sinais quânticos entre diferentes plataformas físicas", explicou Zorzetti.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use