/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Agência indiana perde contato com sonda que pousou na Lua

Esforços para restabelecer contato serão mantidos pela Isro

MILÃO, 25 setembro 2023, 16:01

Redação ANSA

ANSACheck

Índia se tornou a quarta potência mundial a fazer um pouso suave na Lua © ANSA/EPA

(ANSA) - A Organização Indiana de Pesquisa Espacial (Isro) informou que perdeu o contato com a sonda Chandrayaan-3, a primeira da história a completar um pouso suave no lado oculto da Lua.

Em um comunicado, a agência explicou que fez esforços para restabelecer a comunicação com o módulo de pouso Vikram e o rover Pragyan, mas "nenhum sinal foi recebido deles".

No início de setembro, o Vikram e o Pragyan entraram em uma espécie de hibernação para tentar sobreviver à longa noite lunar, que dura cerca de 14 dias terrestres.

A Isro, por sua vez, garantiu em seu informe que seguirá com as tentativas de restabelecer contato com os equipamentos presentes no satélite.

A notícia chega quase um mês depois da histórica missão espacial do país asiático, que fez da Índia a quarta potência mundial a fazer um pouso suave na Lua, bem como a primeira a tocar o Polo Sul lunar.

Nas primeiras duas semanas, o rover explorou o local de pouso e enviou várias imagens para a Terra, enquanto o módulo de pouso conduziu uma série de experimentos científicos.

O Pragyan ainda examinou a composição química da poeira lunar e encontrou vestígios de enxofre, que podem conter pistas sobre atividades vulcânicas anteriores.

A missão já alcançou todos os seus objetivos principais, mas a Isro decidiu colocar as duas tecnologias em stand-by. O objetivo é averiguar se elas poderiam sobreviver às temperaturas frias da noite lunar.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use