/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Lucca Comics começa em meio a polêmica sobre Israel

Feira de quadrinhos na Itália será realizada até 5 de novembro

LUCCA, 01 novembro 2023, 14:56

Redação ANSA

ANSACheck

Chanceler italiano participou de cerimônia de abertura em Lucca - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - Começou nesta quarta-feira (1º) a edição 2023 da Lucca Comics & Games, principal feira de quadrinhos e cultura pop da Europa, em meio a uma controvérsia por causa de um patrocínio da embaixada de Israel na Itália.

No entanto, a polêmica e a forte chuva que atinge a cidade italiana de Lucca não detiveram os milhares de visitantes que lotaram o evento, que acontecerá até o próximo dia 5 de novembro.

Ao todo, já foram vendidos mais de 280 mil ingressos, tornando esta edição um recorde, apesar de alguns artistas, como o cartunista romano Zerocalcare, um dos mais populares da Itália, terem desistido de participar devido ao apoio do governo israelense e em protesto aos ataques contra os palestinos em Gaza.

"A escolha é deles, eu faço as minhas escolhas e respeito as dos outros. A cultura e a arte nunca podem ser politizadas", declarou o vice-premiê e ministro das Relações Exteriores da Itália, Antonio Tajani, que participou da abertura do evento.

De acordo com o chanceler italiano, "a cultura é uma expressão do engenho humano e não pode ser classificada como direita, esquerda ou centro, independentemente das simpatias do artista".

"Limitar-se a uma interpretação partidária é ainda mais errado", acrescentou.

O patrocínio da embaixada de Israel está relacionado ao fato de o cartaz do festival deste ano, intitulado "Juntos", ter sido criado pelos gêmeos israelenses Asaf e Tomer Hanuka.

Os irmãos, que participariam da abertura do evento, anunciaram que não estariam presentes em Lucca pelo risco de "serem alvos de atenção excessiva em relação à questão internacional, ofuscando a dimensão artística".

"Estou aqui para reafirmar o direito dos artistas à liberdade, sejam eles israelenses, palestinos, russos ou ucranianos. Os artistas são artistas. Uma mensagem de paz começa aqui, de Lucca", declarou Tajani.

Para o vice-premiê da Itália, "o quadrinho é diplomacia cultural porque é uma forma de mostrar o saber italiano ao mundo. Até uma boa exposição de quadrinhos é política externa".

Segundo ele, o Ministério das Relações Exteriores patrocina o evento porque "considera esta exposição de artes visuais como uma ferramenta para divulgar a cultura italiana no mundo".

Por fim, o prefeito de Lucca, Mario Pardini, explicou que o patrocínio da embaixada israelense é apenas cultural e o pôster dos gêmeos foi planejado há um ano, antes do início da guerra entre Israel e Hamas.

"A Lucca Comics & Games é um contentor em que a cultura está no centro e não acredito que a cultura possa dividir, mas deve unir", acrescentou Pardini.

De acordo com o prefeito italiano, a feira de quadrinhos "tem 57 anos de credibilidade, nasceu de valores importantes e juntos enfrentaremos esta edição da melhor forma com o nosso público, que é um público fantástico".
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use