/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Itália deve instalar placa memorial em local de morte de Gramsci

Teórico político italiano foi perseguido pelo fascismo

ROMA, 04 janeiro 2024, 17:41

Redação ANSA

ANSACheck

Gramsci está entre principais personalidades históricas do século 20 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - O Ministro da Cultura da Itália, Gennaro Sangiuliano, propôs nesta quinta-feira (4) a instalação de uma placa comemorativa em memória do filósofo marxista Antonio Gramsci.

O titular da pasta enviou uma carta à administração da casa de repouso Quisisana, em Roma, local de morte do também membro-fundador e secretário-geral do Partido Comunista da Itália, em 27 de abril de 1937 após uma internação dolorosa e em regime de liberdade condicional.

"Antonio Gramsci é uma das maiores personalidades intelectuais e políticas da Itália do século 20, injustamente perseguido pelo fascismo por suas ideias. Já anunciei várias vezes que dedicaremos uma exposição à sua personalidade e obra, mas considero apropriado atender ao apelo de estudiosos e cidadãos para instalar uma placa comemorativa no local de sua morte", declarou o ministro.

O Ministério também se prontificou a assumir os custos econômicos relacionados ao pedido.

A proposta repercutiu positivamente, apesar de o ministro e o governo serem de direita.

“Aprovo o empenho para recordar Antonio Gramsci. Desde sempre defendemos a necessidade de um caminho de síntese nacional no âmbito cultural, e Gramsci foi uma das personalidades mais influentes na política e filosofia”, avaliou o presidente da Comissão de Cultura da Câmara, o deputado do partido Irmãos da Itália (FdI) Federico Mollicone.

 
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Ou use