Agricultores confirmam ida a Sanremo; Rai desmente

Vaca Ercolina 2, símbolo da manifestação, já está na cidade

La mucca Ercolina a Sanremo per dire no alle leggi Ue (foto: ANSA)
La mucca Ercolina a Sanremo per dire no alle leggi Ue (foto: ANSA)

(ANSA) - A coordenação do movimento Riscatto Agricolo (Resgate Agrícola), responsável por manifestações de agricultores, confirmaram nesta quarta-feira (7) que participarão do Festival de Sanremo.

No entanto, após a declaração, a assessoria de imprensa da Rai, emissora pública que produz e transmite o Festival de Sanremo, negou “categoricamente ter tido qualquer tipo de contato com agricultores” que participariam.

“Aceitamos a proposta do diretor artístico Amadeus, que propôs acolher uma delegação de agricultores no palco do Teatro Ariston”, disse o comunicado dos agricultores.

O texto informou ainda que uma delegação de cerca de 15 tratores partirá da concentração de manifestantes em Melegnano por volta das 20h (horário local) e chegará a Sanremo durante a madrugada, um trajeto de quase 300 quilômetros.

A vaca Ercolina 2, símbolo do movimento, já está em Sanremo.

Os agricultores pretendem levar uma bandeia italiana: “Com a qual pedimos que possamos subir no palco do Teatro Ariston ao vivo”.

“Levaremos nossas preocupações, nossos medos e nossas dificuldades, para ilustrar brevemente os motivos da grande mobilização dos jovens agricultores italianos, para continuar com esperança no futuro da nossa agricultura e determinados em continuar os ensinamentos de nossos pais e avós”, conclui o texto.

Antes do início do festival nesta terça (6), Amadeus afirmou que a manifestação é "absolutamente justa", principalmente "pelo direito ao trabalho e pela proteção do emprego".

Os agricultores criticam o excesso de regulamentação ambiental na agropecuária, a alta do preço do diesel e o acordo comercial com o Mercosul.

(ANSA).