Haddad e Yellen se reúnem e debatem sobre Argentina

Ministro e secretária do Tesouro se encontraram no Japão

Haddad também falou sobre relações do Brasil e da China (foto: ANSA)
Haddad também falou sobre relações do Brasil e da China (foto: ANSA)

(ANSA) - O ministro da Fazenda do Brasil, Fernando Haddad, reuniu-se nesta quinta-feira (11) com a secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, no Japão, às margens da cúpula de ministros no G7, e debateu a crise econômica na Argentina, entre outros temas.

"Trouxe esse problema porque é muito importante. A Argentina é um país importante no mundo e, particularmente, na América do Sul. A solução para a Argentina passa pelo FMI [Fundo Monetário Internacional], e se o Brasil e os EUA estiverem juntos, isso pode facilitar muito as coisas para a Argentina", disse Haddad.

"Uma das razões pelas quais o presidente Lula está vindo ao G7 [na próxima semana] é para tratar desse assunto. Para nós, é uma questão fundamental que esse problema seja interessado", acrescentou.

A Argentina enfrenta uma grave crise econômica, com uma altíssima inflação de mais do 100%, e deve pagar os vencimentos da sua dívida com o FMI, temas que foram analisados na semana passada por Lula e seu colega Alberto Fernández em Brasília.

Por outra parte, Haddad disse que a secretária Yellen não manifestou "objeções" à parceria econômica entre o Brasil e a China, país visitado por Lula em abril. (ANSA).