/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Desemprego na Itália cai para 7,8% em abril

Índice entre os jovens de 15 a 24 anos diminuiu para 20,4%

ROMA, 01 junho 2023, 15:14

Redação ANSA

ANSACheck

Taxa de desemprego na Itália é a menor desde 2009, com exceção do período de lockdown na pandemia - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - A taxa de desemprego na Itália fechou o mês de abril em 7,8%, queda de 0,1 ponto percentual na comparação com março, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (1º) pelo Instituto Nacional de Estatística (Istat).

Na comparação com abril de 2022, a redução foi de 0,4 ponto. A taxa de 7,8% é a mais baixa na Itália desde junho de 2009, com exceção do período entre março e abril de 2020, quando o número de pessoas em busca de emprego despencou por causa do lockdown contra a pandemia de Covid-19.

Já entre os jovens de 15 a 24 anos, o índice de desocupação caiu 1,4 ponto sobre março de 2023 e 4,4 pontos em relação a abril de 2022, chegando a 20,4%.

Ainda de acordo com o Istat, a taxa de inatividade na população e o nível de ocupação ficaram em 33,6% e 61%, respectivamente.

Com isso, o número de pessoas empregadas na Itália no fim de abril era de 23,446 milhões, alta de 390 mil unidades (+1,7%) na comparação com igual período do ano passado e de 48 mil (+0,2%) em relação a março, resultado alcançado com o crescimento da ocupação entre as mulheres (+52 mil unidades em relação a março, contra queda de 4 mil entre os homens).

Por sua vez, o número de desempregados ficou em 1,986 milhão, queda de 72 mil unidades sobre abril de 2022 e de 14 mil unidades na comparação com março passado. (ANSA)

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use