/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Salário real da Itália está abaixo do patamar de 2009

Diferença entre reajustes e inflação é de 12 pontos percentuais

ROMA, 09 outubro 2023, 13:59

Redação ANSA

ANSACheck

Reajustes não acompanharam inflação - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - O salário real da Itália (medido a partir do parâmetro do poder de compra dentro do período) está atualmente abaixo do patamar de 2009.

A informação foi dada nesta segunda-feira (9) pelo Instituto Nacional de Estatística (Istat) do país, durante uma audiência parlamentar sobre o plano econômico e financeiro da Nota de Atualização do Documento de Economia e Finanças (Nadef).

Com o crescimento extraordinário dos preços em 2022 (alta de 8,7% segundo o indicador Harmonised Index of Consumer Prices [Hicp] do Banco Central Europeu [BCE]), a diferença entre a alta da inflação e o aumento dos salários contratuais no período entre 2009 e 2023 ficou em 12 pontos percentuais, ainda segundo o Istat.

A diferença de crescimento entre salários e preços varia conforme o setor. Na agricultura e na indústria, é de 4.1 e 4.7 pontos percentuais, respectivamente.

Nos serviços privados, de 13.6 pontos; e na administração pública, 19.5 pontos percentuais.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use