/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Em Davos, Milei diz que socialismo coloca Ocidente em perigo

Viagem é a 1ª internacional oficial do presidente da Argentina

DAVOS, 17 janeiro 2024, 12:58

Redação ANSA

ANSACheck

Javier Milei fez discurso em Davos © ANSA/EPA

(ANSA) - Discursando em uma conferência sobre “segurança e cooperação” no Fórum Econômico Mundial, em Davos, o presidente da Argentina, Javier Milei, afirmou nesta quarta-feira (17) que “o mundo ocidental corre perigo por causa do socialismo”.

“Estou aqui hoje para dizer a vocês que o Ocidente está em perigo. Infelizmente, nas últimas décadas, levados por uma ideia de querer ajudar o próximo ou pelo desejo de pertencer a uma casta privilegiada, os principais líderes do mundo ocidental abandonaram o modelo da liberdade para abraçar diversas versões do coletivismo”, disse.

Antes de chegar à Suíça, Milei disse que participaria com o objetivo de “propor as ideias da liberdade em um foro contaminado pela agenda socialista 2030”.

A viagem é a primeira oficial internacional desde que o ultraliberal ascendeu ao cargo, em dezembro de 2023.


   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use