Itália e Argentina podem cooperar contra crime organizado

Embaixador e ministro se reuniram nesta segunda-feira

Embaixador Fabrizio Lucentini (foto: ANSA)
Embaixador Fabrizio Lucentini (foto: ANSA)

(ANSA) - O reforço da cooperação bilateral em prol do combate ao crime organizado foi o principal tema de uma reunião realizada nesta segunda-feira (5), em Buenos Aires, entre o ministro da Justiça da Argentina, Mariano Cuneo Libarona, e o embaixador da Itália no país, Fabrizio Lucentini.

"O embaixador Lucentini e o ministro Libarona se reuniram para discutir o fortalecimento da cooperação entre Itália e Argentina no campo da assistência jurídica internacional em apoio ao combate conjunto ao crime organizado", informou um comunicado.

Em seguida, Lucentini se reuniu com a ministra da Segurança, Patricia Bullrich.

No centro da reunião, conforme postagem da representação diplomática italiana nas redes sociais, também esteve o compromisso na luta contra o crime organizado transnacional.

"O embaixador Lucentini e a ministra Bullrich realizaram uma reunião produtiva durante a qual reafirmaram o compromisso no fortalecimento de um dos pilares da cooperação bilateral: a luta contra o crime organizado transnacional", disse a publicação.

Nas últimas semanas, Lucentini se reuniu com autoridades do governo de Javier Milei, como o chefe de gabinete do presidente e os ministros das Relações Exteriores e da Defesa.

 (ANSA).