Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Começa 13ª edição de mestrado em café da Fundação Ernesto Illy

Curso reúne 24 alunos de 18 países, incluindo o Brasil

SÃO PAULO, 20 fevereiro 2024, 14:09

Redação ANSA

ANSACheck

Curso engloba desde o plantio até o marketing do produto final - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - A Fundação Ernesto Illy, ligada à empresa italiana illycaffè, lançou nesta terça-feira (20) a 13ª edição do Mestrado em Economia e Ciência do Café Ernesto Illy, que engloba 24 estudantes de 18 países, incluindo o Brasil.

O curso busca oferecer formação acadêmico-profissional em aspectos biológicos, agronômicos, tecnológicos e financeiros do setor, desde o plantio até o marketing do produto final, com uma abordagem multidisciplinar e com foco na qualidade e na ética em todas as etapas do processo produtivo, inspirando-se no legado de Ernesto Illy, filho do fundador da empresa de Trieste.

Além do Brasil, o mestrado terá alunos de Colômbia, Congo, Costa Rica, Estados Unidos, Etiópia, Guatemala, Honduras, Índia, Indonésia, Itália, México, Moçambique, Panamá, Ruanda, Tanzânia, Togo e Vietnã.

Desde sua criação, em 2011, o projeto já formou mais de 200 estudantes de mais de 30 países. O programa contempla mais de 400 horas de aulas em formato híbrido, e a cerimônia de graduação está prevista para fevereiro de 2025.

"Nosso compromisso em promover uma abordagem ética e sustentável no setor de café é crucial para o futuro dessa indústria. Estamos honrados em colaborar com estudantes de todo o mundo em busca da qualidade e da ética na produção e no marketing do café", disse Furio Suggi Liverani, diretor da Fundação Ernesto Illy.

O projeto conta com a parceria das universidades de Trieste e Údine, da Escola Internacional Superior de Estudos Avançados de Trieste e do Area Science Park de Trieste.

Também foi confirmada uma bolsa de estudos concedida pela Fundação Friuli, enquanto 17 alunos contam com apoio financeiro da Fundação Ernesto Illy, sendo 10 com contribuição total e sete com parcial.

O apoio financeiro cobre a totalidade ou 50% das taxas universitárias, bem como os custos de alojamento durante as aulas presenciais, materiais pedagógicos e, para alguns deles, até despesas de viagem. (ANSA)

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use

Último momento

404 Not Found

404 Not Found


nginx