ANSA fecha acordo de colaboração com agência mongol Montsame

Montsame e ANSA poderão disponibilizar e trocar conteúdos (foto: Ansa)
Montsame e ANSA poderão disponibilizar e trocar conteúdos (foto: Ansa)

 A agência mongol Montsame e a ANSA assinaram um acordo de colaboração que prevê a disponibilização e troca de conteúdos que podem ser utilizados nas respectivas plataformas de informação.

O acordo foi assinado virtualmente, na presença da embaixadora italiana em Ulaanbaatar, Giovanna Piccarreta, e do ministro conselheiro da embaixada da Mongólia em Roma, Mandakhtsetseg Khatanbaatar.

Os assinantes das duas agências poderão ter acesso a um leque mais amplo de serviços de informação internacionais. Além disso, os veículos poderão utilizar os dois serviços de informação para uso editorial e desenvolver ofertas comerciais conjuntas de apoio à comunicação de instituições e empresas nos respectivos países.

“Itália e a Mongólia compartilham os valores da democracia, do Estado de direito e da proteção dos direitos humanos, a começar pela liberdade de expressão e de imprensa. Estou particularmente feliz por estar presente na assinatura deste importante acordo entre as agências de notícias ANSA e Montsame, um acordo que contribui para aproximar ainda mais os nossos países e os nossos cidadãos”, disse Piccarreta.

Khatanbaatar, por sua vez, expressou sua satisfação com o acordo assinado.

“Hoje, a troca de notícias e informações entre nações e povos é ampla e aberta, mas ter informações precisas e significativas provenientes de fontes qualificadas continua a ser um desafio. Os cidadãos da Mongólia e da Itália terão a oportunidade de desenvolver uma melhor compreensão mútua e laços mais fortes, recebendo informações precisas de fontes confiáveis. A embaixada apoia e deseja sucesso nesta cooperação para mostrar a rica história, cultura, patrimônio e conquistas dos dois países nas suas respectivas comunidades e perante o público internacional”, afirmou.

Para o CEO da Montsame, Sodontogos Erdenetsogt, a assinatura do acordo com a ANSA estabeleceu um “marco significativo” para a história da agência.

“Nossas relações diplomáticas modernas, que começaram formalmente em 1970, juntamente com nossos laços históricos constituem uma base sólida para colaborações em vários campos. Estou confiante de que a parceria não só fortalecerá o vínculo entre os nossos países, mas também promoverá a compreensão e a solidariedade entre os nossos povos. Através da troca regular de informações e recursos, pretendemos facilitar uma maior consciência e valorização de culturas, tradições e valores uns dos outros”, acrescentou.

Por fim, o CEO da ANSA, Stefano De Alessandri, afirmou que a “colaboração estabelecida constitui uma nova etapa na nossa estratégia de crescimento no mercado internacional, que enriquece ainda mais a oferta de notícias para os nossos assinantes e clientes”.