George Santos confessa fraude e faz acordo com MP do RJ

Deputado republicano pagará multa de R$ 24 mil

George Santos era acusado por roubar cheque de idoso (foto: ANSA)
George Santos era acusado por roubar cheque de idoso (foto: ANSA)

(ANSA) - O deputado do Partido Republicano George Santos fez um acordo nesta sexta-feira (12) com o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) e confessou que cometeu fraude em um processo que responde desde 2008.

O agora político norte-americano, que é filho de brasileiros, era acusado de usar cheques roubados de um idoso que sua mãe cuidava em Niterói para comprar sapatos. Ao todo, ele gastou mais de R$ 2,1 mil. Como parte do acordo, Santos pagará uma multa de R$ 24 mil.

A investigação contra o deputado havia sido paralisada porque a Justiça não conseguia notificá-lo, mas a ação foi retomada por conta de sua candidatura nos EUA.

Além desse processo no Brasil, o republicano foi indiciado nesta semana em Nova York por 13 acusações, incluindo fraude eletrônica, lavagem de dinheiro e declarações falsas.

Após ser eleito, a mídia nova iorquina - área que o elegeu - revelou uma série de mentiras contadas por Santos em todos os aspectos de sua vida. Entre as principais, estão informações falsas sobre formação universitária, locais de trabalho e mentiras sobre a história da família. (ANSA).