/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Iowa aprova lei que proíbe aborto após 6 semanas de gestação

Estado americano é dominado por políticos republicanos

WASHINGTON, 12 julho 2023, 13:49

Redação ANSA

ANSACheck

Iowa restringiu o direito ao aborto legal - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - O estado americano de Iowa aprovou uma lei que proíbe o aborto a partir de seis semanas de gestação ou a partir de quando for possível ouvir os batimentos cardíacos do feto.

A medida, aprovada com o voto dos republicanos, que controlam o parlamento estadual, prevê exceções nos casos em que a vida da mulher esteja em perigo, abortos espontâneos e anomalias consideradas por um médico como "incompatíveis com a vida".

O procedimento também será permitido em situações de estupro, mas o caso precisará ser denunciado até 45 dias após o crime.

Uma regra semelhante se aplica a casos de incesto, que também precisarão ter sido denunciados em até 140 dias.

O governador republicano Kim Reynolds comemorou a decisão: "É uma lei a favor da vida".

Se não for contestado judicialmente, o texto entrará em vigor imediatamente após a sanção.

Antes da aprovação da lei, o aborto em Iowa era legalizado até a 20ª semana de gravidez.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Ou use