/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Veneza aperta regras para manter silêncio à noite

Decreto sobre vida noturna da cidade foi assinado nesta terça

VENEZA, 25 julho 2023, 14:47

Redação ANSA

ANSACheck

Vida noturna em Veneza é pauta de decreto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - A cidade de Veneza terá regras mais duras para tentar garantir o silêncio e o sossego durante as noites.

As medidas a respeito da vida noturna da cidade da região do Vêneto estão em um decreto assinado nesta terça-feira (25) pelo prefeito da cidade, Luigi Brugnaro.

O texto dispõe sobre a venda de bebidas alcoólicas e os horários de funcionamento de estabelecimentos.

Casas noturnas deverão funcionar entre 18h e 2h, fechando o bar a partir de 1h30.

A partir das 23h, também deverão ter funcionários dedicados a supervisionar os frequentadores, garantindo "tranquilidade e segurança" e "encerrando quaisquer elementos de perturbação para residentes" do entorno.

Os locais que vendem comida, com exceção de sorveterias, deverão fechar às 23h.

Estabelecimentos que vendem alimentos e bebidas em distribuidores automáticos só poderão funcionar até as 20h.

"O ato é o primeiro do tipo no território nacional. Esse decreto passa por temas importantes para o bem-estar da cidade e de quem nela vive. Queremos proteger o direito dos cidadãos ao descanso, e ao mesmo tempo o direito ao trabalho nas cidades, e o direito ao divertimento dos jovens", disse Sebastiano Costalonga, assessor municipal para o Comércio.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Ou use