Argentina não vai aderir ao Brics, diz futura chanceler de Milei

Diana Mondino participou de reunião com ministro brasileiro

Grupo é formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (foto: ANSA)
Grupo é formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (foto: ANSA)

(ANSA) - A Argentina não ingressará no Brics, grupo atualmente composto por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, informou o novo governo de Javier Milei.

A declaração foi dada por Diana Mondino, futura ministra das Relações Exteriores da Argentina, à margem de uma reunião com o chanceler brasileiro, Mauro Vieira, em Brasília, no último fim de semana.

"Até agora não vemos que vantagem a Argentina teria ao aderir ao Brics com todos os problemas que já temos. Já trabalhamos com todos esses países, mas não queremos nos alinhar politicamente com ninguém", disse ela.

Na última cúpula do bloco, em agosto passado, em Joanesburgo, na África do Sul, foi dado um aval para a entrada de mais seis países, incluindo a Argentina. (ANSA).