Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Pesquisa explica caso de paciente idoso curado de HIV

Transplante de medula para tratar tumor também eliminou vírus

ROMA, 16 fevereiro 2024, 14:25

Redação ANSA

ANSACheck

Paul Edmonds foi curado do HIV (Foto: Reprodução) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - Ao ser tratado para uma leucemia com um transplante de medula óssea em 2019, um paciente, hoje com 68 anos, além de ser curado do tumor, também entrou em remissão do HIV e há três anos não precisa mais da terapia antirretroviral.

O caso de Paul Edmonds, o paciente mais velho entre os registros de remissão do vírus causador da Aids (há cinco casos conhecidos), foi publicado no periódico científico New England Journal of Medicine.

Jana Dickter, médica do City of Hope National Medical Center Duarte, em Los Angeles, onde o paciente fez o tratamento, afirmou que o caso “demonstra que é possível obter a remissão do HIV mesmo em idade avançada e do convívio com o HIV por muitos anos”.

Os pesquisadores lembraram que, em 6 de fevereiro de 2019, Edmonds recebeu um transplante de células-tronco hematopoiéticas (CTH) para o tratamento de leucemia mieloide aguda (LMA).

As células do doador eram caracterizadas por uma mutação genética conhecida como delta-32 nas cópias do gene Ccr5, que parece tornar as pessoas resistentes ao HIV.

Além de ser o paciente mais velho em remissão do vírus, ele também é o que conviveu com o HIV por mais tempo antes do procedimento, um total de 31 anos.

 
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use

Último momento

404 Not Found

404 Not Found


nginx