Ataque de Israel na Faixa de Gaza deixa mais de 20 mortos

Vítimas seriam membros de três famílias diferentes

Rafah foi alvo dos bombardeios israelenses realizados neste sábado (foto: ANSA)
Rafah foi alvo dos bombardeios israelenses realizados neste sábado (foto: ANSA)

(ANSA) - Um ataque efetuado neste sábado (10) pelas forças israelenses em Rafah, no sul da Faixa de Gaza, deixou mais de 20 mortos e vários feridos.

De acordo com a agência de notícias palestina Wafa, o bombardeio atingiu um bairro residencial da região, enquanto a AP revelou que a ofensiva teria matado 28 pessoas, incluindo 10 crianças. As vítimas seriam de três famílias diferentes.

A cidade de Khan Yunis, também no sul de Gaza, foi alvo de um ataque do Exército de Israel. O Al Jazeera informou que os tanques do país dispararam contra os andares superiores de um complexo médico.

O grupo fundamentalista islâmico Hamas apelou ao Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas para "convocar uma reunião imediata" depois que soldados israelenses receberam ordens para atacar Rafah.

O Ministério da Saúde de Gaza, controlado pelo Hamas, informou que a pequena Hind Rajab, uma palestina de seis anos que estava desaparecida após o carro da família ser atingido por um ataque, foi encontrada morta. (ANSA).