/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

General russo de alto escalão é preso por suspeita de corrupção

Yuri Kuznetsov é acusado de receber subornos

ROMA, 14 de maio de 2024, 14:36

Redação ANSA

ANSACheck

Kuznetsov teve mais de 100 milhões de rublos - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

O chefe da Direção Geral de Pessoal do Ministério da Defesa da Rússia, tenente-general Yuri Kuznetsov, foi detido nesta terça-feira (14) "sob suspeita de receber subornos", informou a agência Interfax.
    Segundo a imprensa local, uma busca foi realizada tanto no local de trabalho de Kuznetsov quanto em sua casa.
    De 2010 a 2023, o militar chefiou a 8ª Direção do Estado-Maior General das Forças Armadas, que trata do Serviço de Proteção de Segredos de Estado do Ministério da Defesa.
    A comissão de investigação russa informou que confiscou mais de 100 milhões de rublos de Kuznetsov, de acordo com a Interfax.

A prisão acontece depois que o vice-ministro da Defesa, Timur Ivanov, foi detido nos últimos meses sob acusações de corrupção e após o ministro Serghei Shoiugu ter sido substituído pelo economista Andrei Belousov.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use