Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Diretora escolar irrita pais ao dizer que Papai Noel não existe

Episódio ocorreu em colégio primário do norte da Itália

VICENZA, 24 dezembro 2023, 14:11

Redação ANSA

ANSACheck

Crianças choraram ao descobrir que Papai Noel não existe - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - A diretora de uma escola do norte da Itália provocou comoção entre as crianças ao dizer durante um recital de Natal que o Papai Noel não existe.

O episódio ocorreu no colégio católico San Giuseppe, em Torri di Quartesolo, a 60 quilômetros de Veneza.

Em discurso para alunos do ensino primário, a diretora Milena Meggiorin, ao falar sobre ajudar o próximo, paz, fantasia e sonhos, disse que "chegará o momento em que nossas crianças perceberão os indícios de que o Papai Noel não existe, ou descobrirão o papai e a mamãe colocando os presentes".

No entanto, alguns pequenos caíram em lágrimas ao ouvir da diretora que o bom velhinho não era de verdade. "Nossos filhos começaram a chorar, incrédulos", disse um pai de aluno citado pelo diário Giornale di Vicenza.

"Os adultos entenderam que a intenção da diretora não era causar mal-estar, mas talvez teria sido melhor se essa mensagem tivesse sido destinada somente aos pais", acrescentou uma mãe.

Meggiorin se desculpou por ter "desencadeado a fúria de alguns pais" e disse que sua intenção era ressaltar a importância do "pensamento mágico" nas crianças. (ANSA)

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Ou use

Último momento

404 Not Found

404 Not Found


nginx