/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Desmatamento na Amazônia cai 68% em abril, mostra Inpe

Marca é maior queda desde início do governo Lula

SÃO PAULO, 12 maio 2023, 15:31

Redação ANSA

ANSACheck

Amazônia teve sua maior queda de desmatamento no ano - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - O desmatamento na Amazônia caiu 68% em abril na comparação com o mesmo mês de 2022, mostra relatório do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) divulgado nesta sexta-feira (12). Ao todo, foram 328,71 quilômetros quadrados destruídos no período contra 1.026km² no ano passado.

O número ainda ficou abaixo da média histórica, iniciada em 2016, que é de 455,75 km² para os meses de abril. Os estados com as maiores taxas foram, novamente, Amazonas, Pará e Mato Grosso.

Essa é a segunda vez que o índice cai em 2023 na comparação anual - o primeiro foi em janeiro, com 61% - e interrompe dois meses consecutivos de alta. O número é ainda o melhor desde que o presidente atual, Luiz Inácio Lula da Silva, assumiu o poder com a promessa de voltar a perseguir a meta de desmatamento zero até 2030.

As informações são da Amazônia Legal, que compreende oito estados brasileiros - Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins - e parte do Maranhão, o que corresponde a cerca de 60% do território nacional.

Os dados em tempo real identificam as áreas desmatadas que tenham mais de 0,03km² e ajuda a tomar medidas mais rápidas em casos de destruição. Ele não é usado para calcular o desmatamento oficial, quando os dados são consolidados por um sistema mais amplo do Inpe.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use