/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

UE anuncia programa de 35 milhões de euros para Amazônia

Iniciativa foi divulgada durante evento em Letícia, na Colômbia

SÃO PAULO, 09 julho 2023, 14:00

Redação ANSA

ANSACheck

Vista aérea da Floresta Amazônica © ANSA/EPA

(ANSA) - A União Europeia anunciou um programa de 35 milhões de euros para combater o desmatamento e promover o desenvolvimento sustentável da Amazônia.

O projeto tem prazo de cinco anos e foi divulgado durante uma visita do comissário de Meio Ambiente da UE, Virginijus Sinkevicius, a Letícia, na Colômbia, que sediou uma reunião técnico-científica sobre a floresta tropical, evento que também teve a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"Estou feliz por voltar a Letícia, coração da Floresta Amazônica. Estamos lançando um programa de 35 milhões de euros por cinco anos, dedicado a assegurar que daremos mais um passo na preservação da Amazônia", disse Sinkevicius em um vídeo.

"Vamos fazer isso junto com as populações locais, construindo capacidades e melhorando seus meios de subsistência", acrescentou.

A iniciativa se insere no âmbito do Global Gateway, megaprograma de investimentos da UE para ampliar sua influência no restante do mundo.

Em sua visita a Letícia, Sinkevicius também se reuniu com a ministra brasileira do Meio Ambiente, Marina Silva.

Segundo o embaixador da UE em Brasília, Ignacio Ybáñez, o encontro serviu para discutir "alguns dos principais desafios da região amazônica", como "a necessidade de reforçar a democracia na região", o combate à pobreza e as oportunidades para uma "bioeconomia circular". (ANSA)

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use