Deslizamento bloqueia linha ferroviária entre Itália e França

Veneza (foto: Ansa)
Veneza (foto: Ansa)

(ANSA) - Um deslizamento de terra interrompeu as viagens em uma das principais linhas ferroviárias entre Itália e França por tempo indeterminado, em meio a uma nova onda de mau tempo na região.

O incidente ocorreu no vale Maurienne, no departamento francês de Savoia, na tarde do último domingo (27), bloqueando o túnel ferroviário Fréjus, que liga Modane, na França, e Bardonecchia, na Itália.

Segundo a comissão intergovernamental da ferrovia Turim-Lyon, o ramal pode ficar fechado por até uma semana. Já o túnel rodoviário está aberto apenas para veículos com peso inferior a 3,5 toneladas.

"Assim que fizermos o diagnóstico geológico, começaremos os trabalhos de retirada das rochas e da lama", disse o presidente do comitê, Paolo Foietta.

Já em Valdisotto, na região italiana da Lombardia, cerca de 10 pessoas foram evacuadas de suas casas devido ao transbordamento de um rio, enquanto na Ligúria os bombeiros atenderam a mais de 200 chamados em 24 horas devido ao mau tempo.

Uma tempestade provocou alagamentos nas ruas de Gênova, capital da região, levando ao fechamento do metrô e de passagens subterrâneas. Enquanto isso, Veneza voltou a registrar o fenômeno da "acqua alta", faltando apenas três dias para o início de seu concorrido Festival de Cinema.

Chuvas e deslizamentos também causaram o bloqueio de diversas rodovias no norte da Itália e o fechamento do lado austríaco da linha ferroviária do Brennero.

O mau tempo é provocado por um ciclone que deve começar a se deslocar nesta terça (29) para regiões do centro da Itália, como Toscana, Lazio e Úmbria. (ANSA)