/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Itália desenvolverá protótipo de avião hipersônico da ESA

Primeiro voo teste da aeronave está previsto para 2026

ROMA, 21 junho 2023, 11:46

Redação ANSA

ANSACheck

Avião começará a ser construído a partir de 2024 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - A Itália ficará responsável pelo desenvolvimento do protótipo do projeto Hexa-Fly, da Agência Espacial Europeia (ESA), que consiste em uma aeronave civil hipersônica.

A empresa italiana Marotta, em colaboração com a SolidWorld e a Vection Technologies, iniciará a construção do moderno veículo civil aéreo a partir de 2024. O primeiro voo teste, no entanto, está previsto para 2026.

"Os meios de transporte hipersônicos representam o futuro do setor de transporte comercial em voos longos", disse o presidente da SolidWorld, Roberto Rizzo.

Capaz de voar oito vezes mais rápido que a velocidade do som e ir de Roma a Nova York em somente duas horas, a aeronave também é resistente a altíssimas temperaturas.

Diversos países já iniciaram investimentos em projetos de aviões hipersônicos, mas ainda não começaram a produzir resultados concretos.

"Graças a esta sinergia entre as empresas, a ESA pode experimentar essas aeronaves para o transporte civil, tendo espaço no meio de China e Estados Unidos, que até agora estão mais avançados nesta área", disse Rizzo.

O chefe da SolidWorld acrescentou que a "excelência italiana desempenhou um papel fundamental na criação do sistema de simulação no metaverso da aeronave para acelerar o processo de prototipagem".
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use