/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

ITA Airways tem prejuízo líquido de 486 milhões de euros em 2022

Comunicado oficial indica que receitas da empresa totalizam 1,5 bilhão de euros

ROMA, 29 março 2023, 08:37

Redação ANSA

ANSACheck

Companhia aérea de bandeira da Itália foi afetada por guerra e pandemia - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - A ITA Airways, companhia aérea de bandeira da Itália, divulgou nesta terça-feira (28) um prejuízo de cerca de 486 milhões de euros em 2022 devido aos efeitos prolongados da pandemia de Covid-19 e ao aumento dos custos de combustível.

Segundo nota oficial, as receitas da empresa totalizaram 1,576 bilhão de euros. Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) está negativo em 338 milhões de euros.

Em 31 de dezembro de 2022, 418 milhões de euros estavam em caixa e o patrimônio líquido totalizava 524 milhões.

"O resultado do ano está consistente com a fase de 'start-up' da empresa num contexto de mercado ainda fraco nos primeiros meses do ano devido à persistência da Covid", acrescenta o texto.

De acordo com a ITA, os resultados de 2022 também "foram significativamente impactados pelo aumento do custo do combustível após a eclosão do conflito russo-ucraniano, juntamente com a deterioração significativa da taxa de câmbio".

Em 2022, a empresa "operou cerca de 97 mil voos regulares durante o ano e transportou cerca de 10,1 milhões de passageiros (1,3 milhão em 2021), conseguindo interceptar a recuperação do tráfego aéreo que se manifestou a partir da segunda metade do ano, aumentando a sua cota de mercado".

Além disso, a ITA "atingiu 99% de regularidade das operações e 81% de pontualidade, alcançando resultados importantes apesar dos problemas críticos causados por um setor aeroportuário com problemas a nível internacional".

Por fim, a companhia prevê "um crescimento substancial no volume de receitas impulsionado pela expansão da rede de destinos servidos garantido pelo aumento da frota, o que conduz a uma melhoria significativa no resultado operacional esperado". 
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use