FMI pede que G20 colabore em questões climáticas e sobre IA

Relatório foi elaborado por ocasião de reunião econômica

Sede do FMI (foto: ANSA)
Sede do FMI (foto: ANSA)

(ANSA) - Um relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou que os países do G20 precisam cooperar para "mitigar os efeitos da mudança climática" e "maximizar os benefícios da inteligência artificial".

O documento foi elaborado por ocasião da reunião dos ministros da Economia e governadores dos bancos centrais do G20 nesta segunda-feira (26).

"Os países devem trabalhar juntos para maximizar os benefícios da adoção da IA, ao mesmo tempo em que minimizam os riscos. Como em todos os avanços tecnológicos, na ausência de políticas estruturais, os benefícios associados às novas tecnologias não podem ser totalmente capturados e as chances de um impacto negativo aumentam”, diz o texto.

“Os líderes do G20 devem se unir para garantir um uso responsável da IA, atualizando as regras e harmonizando os princípios globais", observou o FMI, destacando que "a IA tem o potencial de fortalecer o crescimento, mas poderia ampliar as desigualdades e disparidades”. (ANSA).