Líder da Stellantis se reúne com presidente e ministro da Itália

Encontros ocorreram em meio a polêmicas entre empresa e governo

O presidente da Stellantis, John Elkann (foto: ANSA)
O presidente da Stellantis, John Elkann (foto: ANSA)

(ANSA) - O presidente da Stellantis, John Elkann, teve reuniões nesta terça-feira (6) com o chefe de Estado da Itália, Sergio Mattarella, e o ministro da Economia Giancarlo Giorgetti, em meio à polêmica com o governo de Giorgia Meloni sobre os planos do grupo automotivo para o país.

A agenda já estava programada havia tempos, mas acabou servindo de ocasião para Elkann explicar os projetos industriais da Stellantis para a Itália, sobretudo relativos à montadora Fiat, uma das principais marcas do grupo.

Elkann também se reuniu com o embaixador dos EUA em Roma, Jack Markell, com o comandante-geral da Arma dos Carabineiros, Teo Luzi, e com o governador do Banco da Itália, Fabio Panetta.

Nos últimos dias, o CEO da Stellantis, Carlos Tavares, se tornou alvo de críticas de membros do governo e até da oposição por dizer que a Itália deveria fazer mais para proteger os empregos da indústria automotiva, especialmente para estimular o mercado de carros elétricos.

Após a declaração, Giorgetti chegou a cogitar a entrada do Estado italiano no capital da Stellantis, que já tem a França como acionista minoritária, com uma fatia de pouco mais de 6%. (ANSA)