Piccioli deixa direção criativa da Valentino após 25 anos

Grife destacou trajetória do estilista italiano

Estilista  Pierpaolo Piccioli estava há 25 anos no cargo (foto: ANSA)
Estilista Pierpaolo Piccioli estava há 25 anos no cargo (foto: ANSA)

(ANSA) - Após 25 anos de parceria, o estilista Pierpaolo Piccioli e a grife de luxo Valentino anunciaram nesta sexta-feira (22) que a colaboração entre a marca italiana e o diretor criativo chegou ao fim.

"A Maison Valentino e seu diretor criativo Pierpaolo Piccioli anunciam sua decisão conjunta de interromper sua colaboração", diz o comunicado oficial.

A nota destaca que, na função de diretor criativo, o estilista "influenciou significativamente a trajetória da grife desde 2016 com sua visão, dedicação e espírito inovador, influenciando um capítulo crucial na história da empresa".

Piccioli ingressou na Valentino em 1999 e, ao lado de Maria Grazia Chiurui, redefiniu o estilo da grife italiana, combinando a tradição artesanal do país europeu com uma visão contemporânea. Em 2016, após a partida de Chiurui, ele assumiu sozinho o cargo de diretor criativo.

"Estou nesta empresa há 25 anos, e há 25 anos que existo e convivo com as pessoas que teceram comigo os enredos desta linda história que é minha e nossa", declarou o italiano em um comunicado, agradecendo especialmente o Sr. Valentino e Giancarlo Giammetti. (ANSA).