Irmãos brasileiros são presos por morte de comerciante em Bolonha

Suspeitos de 19 e 24 anos estavam no aeroporto tentando fugir

Crime ocorreu em Florença (Foto: ANSA) (foto: ANSA)
Crime ocorreu em Florença (Foto: ANSA) (foto: ANSA)

(ANSA) - Dois irmãos brasileiros, de 19 e 24 anos, foram presos pela polícia de Bolonha pelo assassinato do comerciante iraniano Safei Chaikar Kiomars, de 72 anos, morto em 30 de novembro em sua casa, em Florença.

Os suspeitos, que não tiveram as identidades divulgadas, estavam no aeroporto, prestes a fugir de volta para o Brasil.

Segundo o Ministério Público, os dois foram parados no terminal para um controle de documentos, em que foi atestado que estavam irregularmente na Itália.

A polícia também verificou que um deles era funcionário e o outro ex-funcionário da barraca de rua de propriedade do comerciante. Eles foram indiciados por latrocínio.

O idoso teria sido executado por espancamento e asfixia.

"Ninguém tinha motivo para ter nada contra ele. Era uma pessoa boa e querida por todos. Só pode ter sido morto por alguém que queria roubá-lo", disse o sobrinho dele, na ocasião do crime, ao Corriere Fiorentino. (ANSA).