Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Itália critica Hamas, mas pede que Israel 'respeite' civis

Guerra no Oriente Médio foi retomada no fim da semana passada

ROMA, 04 dezembro 2023, 07:56

Redação ANSA

ANSACheck

Tanques israelenses nos arredores da Faixa de Gaza © ANSA/EPA

(ANSA) - O governo da Itália cobrou nesta segunda-feira (4) que Israel "respeite a população civil" da Faixa de Gaza durante sua guerra contra o grupo fundamentalista Hamas, retomada no fim da semana passada após o fim da trégua entre os dois lados para libertação de reféns.

Em discurso durante uma reunião em Roma, o ministro italiano das Relações Exteriores, Antonio Tajani, afirmou que os crimes cometidos pelo Hamas são "hediondos" e "não podem ser permitidos".

"Ao mesmo tempo, pedimos que Israel, em sua ação para destruir as bases do Hamas, respeite a população civil que não tem nada a ver com os terroristas do Hamas", destacou o chanceler.

A Itália já mandou ajudas humanitárias para Gaza, enviou um navio-hospital ao Egito para tratar civis feridos e está preparando um hospital de campanha a ser montado no enclave. "E reitero que os hospitais italianos estão prontos para cuidar dos civis palestinos", declarou Tajani.

Em meio à retomada da guerra, Israel disse ter atacado 200 alvos do Hamas apenas na última madrugada, enquanto um bombardeio perto de Rafah, no sul da Faixa de Gaza, teria deixado ao menos nove palestinos mortos, segundo a Al Jazeera. (ANSA)

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use

Último momento

404 Not Found

404 Not Found


nginx