Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Premiê da Itália pede que Otan mostre unidade em apoio à Ucrânia

Giorgia Meloni recebeu homólogo romeno Marcel Ciolacu em Roma

ROMA, 15 fevereiro 2024, 14:01

Redação ANSA

ANSACheck

Missile strike on Kharkiv in Ukraine © ANSA/EPA

(ANSA) - A primeira-ministra da Itália, Giorgia Meloni, pediu nesta quinta-feira (15) que a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) mostre unidade no apoio à Ucrânia.

As declarações foram dadas em conjunto com o premiê romeno, Marcel Ciolacu, em visita oficial a Roma para uma reunião de cúpula entre os dois países.

“Reforçamos nosso pleno apoio à Ucrânia. Da minha parte, confirmei a intenção de prosseguir na contribuição ativa à segurança dos nossos aliados orientais: estamos convencidos de que a Aliança atlântica deva continuar mostrando coesão, unidade, em linha com uma abordagem de 360 graus à segurança euroatlântica”, disse Meloni.

“Um dos pilares da nossa parceria diz respeito à dimensão político-estratégica e à nossa segurança comum, tão importante diante da guerra no coração da Europa e nas fronteiras da Romênia. Nesse contexto, reforçamos nosso pleno apoio à Ucrânia”, complementou a premiê.

 
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Ou use

Último momento

404 Not Found

404 Not Found


nginx