Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Corpo de 5º operário vítima de desabamento em Florença é achado

Balanço final de acidente em canteiro também soma 3 feridos

FLORENÇA, 20 fevereiro 2024, 17:17

Redação ANSA

ANSACheck

Bombeiros fizeram buscas por 5 dias - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - Foi encontrado nesta terça-feira (20) o corpo do quinto e último operário ainda desaparecido após o desabamento em um canteiro de obras para a construção de um supermercado em Florença, no centro-norte da Itália, na última sexta-feira (16).

A descoberta pelo Corpo de Bombeiros oficializa o balanço final do acidente em cinco vítimas e três feridos, mas a morte já era dada como certa, já que o trabalhador não deu sinal de vida sob os destroços.

No último dia 17, Luca Cari, dirigente nacional do Corpo de Bombeiros, justificou que os trabalhos enfrentavam “muitas dificuldades” porque os socorristas trabalhavam com "uma viga gigantesca sobre suas cabeças".

O Ministério Público de Florença abriu um inquérito por desabamento e homicídio culposos, ou seja, quando não há intenção de cometer os crimes.

A primeira-ministra da Itália, Giorgia Meloni, manifestou pesar pelo caso, assim como o papa Francisco.

Em meio à comoção causada pelo caso, o governo da Itália prometeu endurecer as leis sobre segurança no trabalho.

 
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use

Último momento

404 Not Found

404 Not Found


nginx