Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Plataforma X reativa conta de viúva de Navalny após bloqueio

Perfil da advogada voltou ao normal depois de cerca de uma hora

MOSCOU, 20 fevereiro 2024, 12:07

Redação ANSA

ANSACheck

Conta de Navalnaya no antigo Twitter foi criada pouco tempo depois da morte de Navalny - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - A plataforma X, antigo Twitter, reativou nesta terça-feira (20) a conta da advogada russa Yulia Navalnaya, viúva do opositor Alexei Navalny, morto no último dia 16.

O perfil de Navalnaya permaneceu desativado por cerca de uma hora e os motivos da suspensão são desconhecidos.

"Conta suspensa. Suspendemos contas que violam as regras do X", dizia a mensagem que aparecia aos usuários que tentavam acessar o perfil.

O X, que é administrado pelo bilionário Elon Musk, explica que entre os possíveis motivos de suspensão estão violações das políticas de segurança, privacidade, autenticidade e publicidade de terceiros em conteúdo de vídeo.

A conta de Navalnaya no antigo Twitter foi criada pouco tempo depois da morte de Navalny, enquanto o perfil da russa no Instagram segue ativa normalmente e atingiu a marca de um milhão de seguidores.

A rede social afirmou que a suspensão da conta de Navalnaya foi um erro cometido pela plataforma que já foi corrigido.

"O mecanismo de manipulação e defesa contra spam da nossa plataforma relatou incorretamente que o perfil de Yulia Navalnaya violou nossas regras. Restabelecemos imediatamente a conta assim que percebemos o erro", informou o X.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use

Último momento

404 Not Found

404 Not Found


nginx