/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Lula realiza hoje sua terceira visita ao Rio Grande do Sul

Tragédia no estado brasileiro já deixou quase 150 mortos

BRASÍLIA, 15 de maio de 2024, 11:37

Redação ANSA

ANSACheck

Enchentes já provocaram quase 150 mortes no estado © ANSA/AFP

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) faz nesta quarta-feira (15) sua terceira viagem ao Rio Grande do Sul, devastado pelas enchentes, onde deve apresentar o nome de um representante do governo federal para gerir a crise no estado.
    O nome do ministro de Comunicação Social, Paulo Pimenta, que é gaúcho, é o mais cotado para atuar no estado de forma permanente enquanto durar a calamidade pública.
    Acompanhado de vários ministros, Lula visitará hoje a cidade de São Leopoldo, onde também apresentará um programa de ajuda direta para as pessoas afetadas pelo desastre ambiental, que já deixou ao menos 149 mortos e 617 mil pessoas fora de casa.
    O governo prevê distribuir um voucher de R$ 5 mil às famílias atingidas pela tragédia, auxílio que deve ser instituído por meio de uma Medida Provisória.
    Durante sua nova passagem pelo Rio Grande do Sul, Lula se reunirá com o governador Eduardo Leite e fará "novos anúncios com foco na recuperação do estado", informou o Palácio do Planalto.
    Esta será sua terceira visita do petista ao estado por causa das enchentes, depois de ter passado por Santa Maria, em 2 de maio, e por Porto Alegre, no último dia 5.
   

Égua é resgatada de 3º andar de prédio no Rio Grande do Sul

Os bombeiros de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, resgataram na noite da última terça-feira (14) uma égua que ficou presa durante 10 dias no terceiro andar de um prédio residencial.

O animal, que foi alimentado, vendado e sedado, foi retirado pela janela do prédio com o trabalho de 15 pessoas, em uma operação que durou cerca de sete horas. A égua foi içada pela janela do apartamento por meio de uma técnica conhecida como "tirolesa dinâmica".

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o proprietário do imóvel foi quem acionou os militares para realizar o salvamento e informou que a égua estava lá havia 10 dias.

O prédio foi evacuado devido à cheia do rio Sinos, que deixou mais de 10 mil pessoas desabrigadas em São Leopoldo, um dos municípios mais castigados pelo pior desastre climático da história do Rio Grande do Sul.

No último dia 9 de maio, os bombeiros já haviam resgatado o cavalo "Caramelo" que apareceu em cima de um telhado na cidade de Canoas.

Lula critica 'canalhas' que divulgam 'fake news' sobre RS

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que visita a cidade gaúcha de São Leopoldo nesta quarta-feira (15), criticou as notícias falsas que estão sendo divulgadas nas redes sociais sobre as enchentes que atingem o Rio Grande do Sul.

   "Não sabia que existia uma espécie de ser humano  tão canalha como a dos caras que fazem fake news", declarou o mandatário ao jornal “O Globo”.

    "É mais fácil falar a mentira e falar mal do que falar a verdade", acrescentou o petista na noite passada no Palácio do Planalto, em Brasília, antes de se reunir com o ministro da Comunicação Social, Paulo Pimenta (PT).

A expectativa é de que Lula anuncie ainda hoje, em São Leopoldo, a nomeação de Pimenta, que é gaúcho, como representante do governo federal para atuar de forma permanente nas tarefas de reconstrução do Rio Grande do Sul. A confirmação deve ser feita após o presidente se reunir com o governador Eduardo Leite.

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use