Casamentos homoafetivos aumentam 20% no Brasil, diz Ibge

Dados de 2022 quebraram recorde

Parada do Orgulho LGBT em São Paulo (foto: ANSA)
Parada do Orgulho LGBT em São Paulo (foto: ANSA)

(ANSA) - No Brasil, o número dos casamentos entre pessoas do mesmo gênero cresceu 20% em 2022 em relação ao ano anterior, marcando um recorde.

A informação é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Ibge), que destacou que o aumento de casamentos homoafetivos foi cinco vezes maior que a alta registrada entre heterossexuais, que foi de 4% no mesmo período.

O levantamento considera apenas os casamentos civis, e não leva em conta as uniões estáveis.

Ao todo, os casamentos homoafetivos foram 11 mil, o número mais alto desde 2013, quando uma resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) chancelou o direito ao casamento para os Lgbts.

Os casais de mulheres representam 60% do total dos casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Os casamentos homoafetivos representam 1,1% do total registrado em 2022, totalizando mais de 970 mil.

 (ANSA).