Itália mantém liderança na produção mundial de macarrão

Cerca de 61% da produção nacional é destinada para exportação

A 'pasta' é um dos pilares da gastronomia italiana (foto: ANSA)
A 'pasta' é um dos pilares da gastronomia italiana (foto: ANSA)

(ANSA) - A Itália manteve a liderança na produção mundial de macarrão, somando 3,6 milhões de toneladas - de um total de 17 milhões - e faturamento de quase 7 bilhões de euros (R$ 38 bilhões) em 2023.

Os dados estão em um relatório elaborado pela associação Unione Italiana Food, que diz que os italianos são os maiores consumidores de massa no mundo, com cerca de 23 quilos per capita a cada ano.

Em seguida aparecem Tunísia (17 kg), Venezuela (15 kg), Grécia (12,2 kg) e Peru (9,9 kg).

O levantamento também mostra que cerca de 61% da produção italiana de macarrão é destinada ao exterior, com 2,2 milhões de toneladas exportadas em 2023, uma leve redução de 3,7% na comparação com 2022.

Em valores monetários, no entanto, as exportações cresceram 3%, chegando a 3,8 bilhões de euros (R$ 20,65 bilhões).

Cerca de 1,5 milhão de toneladas foram destinadas a países da União Europeia, porém o consumo de massas "made in Italy" cresceu entre 5% e 20% em países como Brasil, Marrocos, Peru e Israel e mais de 50% na Mongólia, no Paquistão e no Sri Lanka. (ANSA)