Meloni anuncia aumento do orçamento das Forças Armadas

Total vai a 1,5 bilhões de euros para renovar contratos coletivos

Meloni durante encontro com militares italianos na Letônia, em foto de arquivo (foto: ANSA)
Meloni durante encontro com militares italianos na Letônia, em foto de arquivo (foto: ANSA)

(ANSA) - A primeira-ministra da Itália, Giorgia Meloni, anunciou nesta quinta-feira (16) que destinará 1,5 bilhão de euros (R$ 7,92 bilhões) para renovar os contratos coletivos das Forças Armadas e de segurança pública, congelados desde 2021.

O montante está previsto na Lei Orçamentária para 2024, cujo texto tramita no Parlamento e precisa ser aprovado até o fim deste ano.

Ao todo, o projeto prevê 5 bilhões de euros (R$ 26,40 bilhões) para a contratação coletiva nacional no setor público e, segundo Meloni, pelo menos 1,4 bilhão de euros (R$ 7,39 bilhões) serão destinados "às forças de polícia e às Forças Armadas, e outros 100 milhões [R$ 527,87] irão para os bombeiros".

"É um procedimento que mira superar uma estrutura anacrônica e reconhece a necessidade de adequar as Forças Armadas aos crescentes compromissos em âmbito nacional e internacional", disse a premiê durante um encontro em Roma com sindicatos do setor.

De acordo com a primeira-ministra, o repasse permitirá "valorizar o profissionalismo necessário para enfrentar os novos desafios". (ANSA)